Ainda não é associado?
Conheça as vantagens
e associe-se

Notícias

07/04/2020 - Prevenção à Covid-19: lágrimas e óculos podem ser vetores de transmissão do vírus

Oftalmologistas recomendam cuidados especiais no trato com os olhos e no manuseio e limpeza dos óculos.

Em meio à pandemia da Covid-19 e o aumento dos casos diários no Brasil e no mundo, os médicos oftalmologistas alertam para a possibilidade de transmissão do coronavírus pelos olhos e também pela falta de higienização dos óculos e das lentes de contato. O contágio por meio dos olhos pode ocorrer quando o paciente encosta as mãos infectadas pelo vírus no globo ocular.

De acordo com a Associação Catarinense de Oftalmologia: a lágrima e os óculos são vetores de transmissão do vírus. Sabe-se que a principal forma de contágio do novo coronavírus se faz por meio das secreções respiratórias (tosse ou espirro), porém as secreções oculares, como a lágrima, também são carregadas com a Covid-19.

Portanto, em caso de olhos que lacrimejam ou que tem qualquer tipo de secreção, é importante que se reforçe os cuidados de limpar as pálpebras e a pele ao redor dos olhos com lenço umedecido e higienizado, lavando bem as mãos com água e sabão logo em seguida.

Por estarem muito próximos dos olhos, os óculos são outros vetores de contaminação. Então lembre que se você precisar sair para um ambiente externo ou voltar dele, onde terá ou teve contato com outras pessoas, é muito importante higienizar a armação do óculos com álcool 70%, bem como higienizar as lentes com produto específico para limpeza de lentes, este que pode ser encontrado em óticas, na tentativa de evitar que o vírus possa entrar em contato com o globo ocular.

Nos casos de usuários de lentes de contato, é muito importante retirar as lentes todos os dias tomando todos os cuidados de higienização das mãos e limpeza das lentes. Os produtos específicos utilizados nos estojos que acondicionam as lentes de contato têm poder de inativar o vírus.

A Associação Catarinense de Oftalmologia orienta que para tentar evitar a transmissão do coronavírus e também de outras doenças, é muito importante lavar as mãos com frequência, por pelo menos 20 segundos com água e sabão, utilizar álcool gel 70% e evitar tocar nos olhos com as mãos.

Pesquisas recentes mostram que, em alguns casos, a Covid-19 pode causar conjuntivite e inchaço nos olhos, inclusive estes podem ser os primeiros sintomas. Segundo a Academia Americana de Oftalmologia, pessoas que apresentem sinais de conjuntivite, inchaço das pálpebras, olhos vermelhos e/ou lacrimejamento, devem consultar um médico oftalmologista. Estes pacientes devem estar atentos a outros sintomas como febre persistente, dor de garganta, dores no corpo e falta de ar. Se estes estiverem presentes, os pacientes devem comunicar o médico o mais breve possível.

Aquelas pessoas que tiverem sintomas semelhantes a uma gripe, sem sinais de conjuntivite, seria importante apenas observar a evolução do quadro, por pelo menos dois dias. A ida precoce ao hospital pode aumentar o risco de infecção pelo Covid-19.

Voltar